Educação Canina

  Atendimento:
(19) 3432.4915 / 9.8139.3597 / 9.9647.9859

Endereço:
Rua Samuel Neves, 1867
São Judas - Piracicaba - SP

    
       
Copyright © - 2021
Perfil Studio
     
     Educação Canina




Da mesma forma que a vacinação ou a prática diária de uma atividade, a educação é um dos deveres do homem para com o cão desde quando decide tê-lo como companhia. A educação é a garantia de uma coabitação harmoniosa entre o animal, seu dono e seu círculo, mas também de sua integração na sociedade. É indispensável começar a educação do filhote bem cedo, enquanto sua capacidade de apredizagem é grande.



Chegou o filhotinho e agora? 

Por Mirielen Campos

O primeiro passo quando o filhotinho chega em casa é criar as novas referências. Pois afinal de contas ele acabou de perder todas as anteriores quando chegou neste novo ambiente. E ele não conhece o espaço, nem seus brinquedos novos e nem os perigos da casa nova.

Sendo assim o primeiro passo é criar o espaço do cão. Este espaço é o quarto do cão. Ele ainda é um bebê e não pode ter acesso à casa toda sem supervisão. Pois ainda não sabe lidar com todos os estímulos da casa.
Como todo quarto deve ser tranquilo e seguro. Com muitos brinquedos, mordedores, pelúcias seguras, caminha confortável, potinhos de água, brinquedos recheáveis para alimentação e caixa transporte (como toquinha e para habituação do filhote).
E você deverá sempre brincar com o cãozinho neste espaço e com os brinquedos dele. Também treinar-lo neste espaço. O cão vai ter todas as suas necessidades supridas, enquanto não estiver sendo supervisionado. O cão deverá ter acesso à toda casa quando estiver sendo supervisionado.
E é nesse espaço que o cão vai aprender a usar seu sanitário.

Escolha um material o mais parecido possível com a textura que os cães já se atraem naturalmente, como tapetes higiênicos, grama sintética, grama natural. E cubra boa parte da superfície do quarto do cão com o material escolhido, contrapondo onde estará a caminha, a água e a comida.

Cães são muito higiênicos e não defecam perto da sua comida.
Todo xixi e cocô feito no local certo deve ser recompensado, tanto verbal como alimentar.
O espaço de distância entre o xixi/cocô e comida será aumentado de forma gradual enquanto o cão for aprendendo a fazer as necessidades do material escolhido.

Não deixar o cão sozinho mais de 3h por dia. Procure estar disponível, de férias por exemplo, quando decidir trazer um filhote pra casa.
Não manusear o tapete higiênico ou grama sintética na presença do cão. Ele pode entender como um brinquedo.
E se você decidir usar outro ambiente pra xixi e só começar o processo de adaptação novamente.

Referência Agora que já tem o seu cachorro. Dr. Ian Dunbar, 2015.


Como treinar seu cãozinho?

Para já deixar bem claro existe algo que precisamos admitir e se atentar. Nós treinamos nossos cães 24h por dia todos os dias do ano. Não é verdade?! Pois sempre estamos os direcionando e reforçando seus comportamentos até mesmo sem perceber. Então que tal fortalecer esse vínculo e de quebra direcionar para uma comunicação mais eficaz e divertida?! Dessa forma, ensinar os comandos de comunicação (antigamente chamado de comandos de obediência), ou os truques, como preferirem dizer, se mostra além de SUPER FOFINHO, muito útil para o dia a dia da família.

E existe um modelo de treinamento que já podemos utilizar desde a chegada do filhotinho em nossas vidas. Nele usamos uma recompensa como isca para induzir o cão ao comportamento.

Normalmente a isca é alimentar, porque filhotinhos sempre se sentem recompensados por comida.. Então você, tutor, pode utilizar um petisco com valor nutricional apropriado para filhotes, ou de preferência a própria ração do bebê ou ainda a proteína utilizada na alimentação natural que o cãozinho já faz, para ensinar os truques. E para não atrapalhar a nutrição dele, o melhor horário para treino já é a hora da refeição mesmo. Se o filhote não se interessar muito por alimentos (o que é muitoooo difícil) você pode utilizar um brinquedo como isca na indução.

O principal comando de comunicação que o bebê cãozinho perecida saber perfeitamente é o VEM ( de ir até o tutor quando for chamado).
Então chame o cão pelo nome dele é coloque a palabra VEM. Agite as mãos abaixe. Faça barulhinhos de beijinhos com a boca. E quando o filhote chegar até você dê o petisco dizendo muito bem, bom, isso, legal ou etc. Escolha somente uma recompensa verbal. Não o chame com o VEM mais que 1x. O cão deve atender de primeira. E sempre use a palabra VEM.

O esquema de comunicação para todos os truques é assim:

Pedido verbal—— pedido gestual——comportamento acontece——-recompensa verbal——-recompensa alimentar.

No caso do VEM, por exemplo com o cãozinho chamado Spike.

“ Spike VEM, chamo com a mão, Spike chega perto de mim, digo ISSO, entrego petisco.”

Dica de ouro, não puna seu cãozinho se ele não entender no começo. Refaça o processo. E não o chame assim, com o VEM para fazer coisas que ele ainda não conhece ou que não gosta. O VIR até o tutor tem sempre que ser maravilhoso e para coisas maravilhosas.

Vou deixar aquí mais um exercício o SENTA. Nele o tutor pega a isca com as pontas dos dedos. Encosta no focinho do cãozinho, o deixando cheirar e se interessar por ela, como um imã. Quando ele começar a levantar a cabeça para segui-la continue a erguer a isca. Levando a isca levemente para traz da cabeça do cãozinho em direção ao bumbum. Assim que o quadril tocar o chão usar a recompensa verbal para marcar que ele acertou e entregue o petisco (isca). Lembre de elogiar com muito carinho e com tranquilidade.
Seu filhote vai adorar! E você poderá usar o SENTA no cotidiano quando oferece uma fruta, um brinquedo novo, quando precisar abrir a porta. Ele vai sentar sempre para ganhar coisas legais que ele gosta. O SENTAR é um comportamento muito importante para evitar pulos quando o cãozinho quer algo.

Da mesma forma que o VEM, não fale SENTA mais que uma vez, se o cãozinho não entender repita com carinho o processo, faça treinos curtinhos de 3 minutinhos, com poucas repetições e não vai pedir o SENTA para que ele faça coisas ruins tá?!

E tem muito mais truques legais!!!

Referência Larry Kay, 2016


  Atendimento:
(19) 3432.4915 / 9.8139.3597 / 9.9647.9859

Endereço:
Rua Samuel Neves, 1867
São Judas - Piracicaba - SP

    
       
Copyright © - 2021
Perfil Studio
     
    
     Educação Canina




Da mesma forma que a vacinação ou a prática diária de uma atividade, a educação é um dos deveres do homem para com o cão desde quando decide tê-lo como companhia. A educação é a garantia de uma coabitação harmoniosa entre o animal, seu dono e seu círculo, mas também de sua integração na sociedade. É indispensável começar a educação do filhote bem cedo, enquanto sua capacidade de apredizagem é grande.



Chegou o filhotinho e agora? 

Por Mirielen Campos

O primeiro passo quando o filhotinho chega em casa é criar as novas referências. Pois afinal de contas ele acabou de perder todas as anteriores quando chegou neste novo ambiente. E ele não conhece o espaço, nem seus brinquedos novos e nem os perigos da casa nova.

Sendo assim o primeiro passo é criar o espaço do cão. Este espaço é o quarto do cão. Ele ainda é um bebê e não pode ter acesso à casa toda sem supervisão. Pois ainda não sabe lidar com todos os estímulos da casa.
Como todo quarto deve ser tranquilo e seguro. Com muitos brinquedos, mordedores, pelúcias seguras, caminha confortável, potinhos de água, brinquedos recheáveis para alimentação e caixa transporte (como toquinha e para habituação do filhote).
E você deverá sempre brincar com o cãozinho neste espaço e com os brinquedos dele. Também treinar-lo neste espaço. O cão vai ter todas as suas necessidades supridas, enquanto não estiver sendo supervisionado. O cão deverá ter acesso à toda casa quando estiver sendo supervisionado.
E é nesse espaço que o cão vai aprender a usar seu sanitário.

Escolha um material o mais parecido possível com a textura que os cães já se atraem naturalmente, como tapetes higiênicos, grama sintética, grama natural. E cubra boa parte da superfície do quarto do cão com o material escolhido, contrapondo onde estará a caminha, a água e a comida.

Cães são muito higiênicos e não defecam perto da sua comida.
Todo xixi e cocô feito no local certo deve ser recompensado, tanto verbal como alimentar.
O espaço de distância entre o xixi/cocô e comida será aumentado de forma gradual enquanto o cão for aprendendo a fazer as necessidades do material escolhido.

Não deixar o cão sozinho mais de 3h por dia. Procure estar disponível, de férias por exemplo, quando decidir trazer um filhote pra casa.
Não manusear o tapete higiênico ou grama sintética na presença do cão. Ele pode entender como um brinquedo.
E se você decidir usar outro ambiente pra xixi e só começar o processo de adaptação novamente.

Referência Agora que já tem o seu cachorro. Dr. Ian Dunbar, 2015.


Como treinar seu cãozinho?

Para já deixar bem claro existe algo que precisamos admitir e se atentar. Nós treinamos nossos cães 24h por dia todos os dias do ano. Não é verdade?! Pois sempre estamos os direcionando e reforçando seus comportamentos até mesmo sem perceber. Então que tal fortalecer esse vínculo e de quebra direcionar para uma comunicação mais eficaz e divertida?! Dessa forma, ensinar os comandos de comunicação (antigamente chamado de comandos de obediência), ou os truques, como preferirem dizer, se mostra além de SUPER FOFINHO, muito útil para o dia a dia da família.

E existe um modelo de treinamento que já podemos utilizar desde a chegada do filhotinho em nossas vidas. Nele usamos uma recompensa como isca para induzir o cão ao comportamento.

Normalmente a isca é alimentar, porque filhotinhos sempre se sentem recompensados por comida.. Então você, tutor, pode utilizar um petisco com valor nutricional apropriado para filhotes, ou de preferência a própria ração do bebê ou ainda a proteína utilizada na alimentação natural que o cãozinho já faz, para ensinar os truques. E para não atrapalhar a nutrição dele, o melhor horário para treino já é a hora da refeição mesmo. Se o filhote não se interessar muito por alimentos (o que é muitoooo difícil) você pode utilizar um brinquedo como isca na indução.

O principal comando de comunicação que o bebê cãozinho perecida saber perfeitamente é o VEM ( de ir até o tutor quando for chamado).
Então chame o cão pelo nome dele é coloque a palabra VEM. Agite as mãos abaixe. Faça barulhinhos de beijinhos com a boca. E quando o filhote chegar até você dê o petisco dizendo muito bem, bom, isso, legal ou etc. Escolha somente uma recompensa verbal. Não o chame com o VEM mais que 1x. O cão deve atender de primeira. E sempre use a palabra VEM.

O esquema de comunicação para todos os truques é assim:

Pedido verbal—— pedido gestual——comportamento acontece——-recompensa verbal——-recompensa alimentar.

No caso do VEM, por exemplo com o cãozinho chamado Spike.

“ Spike VEM, chamo com a mão, Spike chega perto de mim, digo ISSO, entrego petisco.”

Dica de ouro, não puna seu cãozinho se ele não entender no começo. Refaça o processo. E não o chame assim, com o VEM para fazer coisas que ele ainda não conhece ou que não gosta. O VIR até o tutor tem sempre que ser maravilhoso e para coisas maravilhosas.

Vou deixar aquí mais um exercício o SENTA. Nele o tutor pega a isca com as pontas dos dedos. Encosta no focinho do cãozinho, o deixando cheirar e se interessar por ela, como um imã. Quando ele começar a levantar a cabeça para segui-la continue a erguer a isca. Levando a isca levemente para traz da cabeça do cãozinho em direção ao bumbum. Assim que o quadril tocar o chão usar a recompensa verbal para marcar que ele acertou e entregue o petisco (isca). Lembre de elogiar com muito carinho e com tranquilidade.
Seu filhote vai adorar! E você poderá usar o SENTA no cotidiano quando oferece uma fruta, um brinquedo novo, quando precisar abrir a porta. Ele vai sentar sempre para ganhar coisas legais que ele gosta. O SENTAR é um comportamento muito importante para evitar pulos quando o cãozinho quer algo.

Da mesma forma que o VEM, não fale SENTA mais que uma vez, se o cãozinho não entender repita com carinho o processo, faça treinos curtinhos de 3 minutinhos, com poucas repetições e não vai pedir o SENTA para que ele faça coisas ruins tá?!

E tem muito mais truques legais!!!

Referência Larry Kay, 2016


Atendimento:
(19) 3432.4915 / 9.8139.3597 / 9.9647.9859

Endereço:
Rua Samuel Neves, 1867
São Judas - Piracicaba - SP
 
 
Copyright © - 2021
Perfil Studio