Artigos

CARRAPATOS, um dilema que incomoda o animal e preocupa-nos!

Todos nós sabemos que os carrapatos causam grandes transtornos para nossos animais de estimação, deixando-nos alerta. Mas o que fazer? Como controlar?


Primeiramente devemos conhecê-los.

Os carrapatos são parasitas externos (ectoparasitas) muito comuns em nosso meio, principalmente, na primavera e verão onde as condições climáticas favorecem sua proliferação. Embora possa aparecer o ano todo.

Eles são pequenos no tamanho, mas enormes nos prejuízos, vivem de sugar o sangue dos animais, podendo andar quilômetros para encontrar alimento ou também serem trazidos por animais, roedores, aves, ratos e pombos, logo eles se alojam sem pedir licença, disseminando nas casas, canis, clínicas e hospitais, os carrapatos geralmente vivem em grama alta, ervas daninhas e arbustos. Tendo grande capacidade de subir pelas paredes e de esconder-se em fendas das próprias paredes, em madeira dos telhados, rodapés, nos batentes das portas e janelas.

Além disso, os carrapatos podem transmitir doenças fatais para os animais e seres humanos, tais como erliquiose, babesiose, febre maculosa, entre outras.

Em seu ciclo, um único carrapato pode produzir milhares de ovos. Depois de eclodir (sair) do ovo, o carrapato precisa se alimentar de sangue para evoluir em seu ciclo de vida e se reproduzir novamente. Durante essa fase de alimentação ele representa uma severa ameaça na transmissão de doenças para você e seu animal. No entanto existem 4 mudanças de fase nas quais esses parasitas permanecem no ambiente por semanas a meses antes de voltar a se alimentar.

Por tudo isso, toda atenção com esses parasitas ainda é pouca...

Agora, a árdua tarefa! Controlar os carrapatos.

Poderíamos trabalhar com a prevenção; Hoje em dia, existem inúmeros produtos de uso preventivo, desde sabonetes e xampus a produtos como pour on (colocados na nuca do animal), spray para pulverização do animal e coleiras preventivas. Mantenha os animais de estimação dentro de casa sempre que possível e regularmente procure por carrapatos nos animais que ficam ao ar livre e aqueles que saem caminhar. Limpe muito bem as casas dos cães, prestando atenção em fendas e rachaduras onde os carrapatos podem depositar seus ovos. Uma boa regra prática é que quanto mais limpo seu jardim estiver, menor a probabilidade de estar infestado de carrapatos. Os carrapatos gostam de viver em matos crescidos, plantas mortas e madeira em decomposição, então é bom limpar áreas desse tipo em seu jardim.

Caso se depare com uma infestação, é necessário cuidar ao mesmo tempo de sua casa (dentro e fora dela) e de seu animal de estimação. Sabendo que os carrapatos podem estar em qualquer lugar, assim sugerimos que o tratamento seja feito por meses e não de forma única, Dentre as várias medidas a serem adotadas, cabe ao MÉDICO VETERINÁRIO de sua confiança, informar e orientar os seguintes cuidados na prevenção e controle dos carrapatos.

Acabar com os carrapatos pode exigir um pouco de persistência. Se produtos comerciais contra carrapatos não estiverem adiantando mais, terás de entrar em contato com uma empresa de dedetização para conseguir ajuda.

Ao proteger seus animais contra os carrapatos e doenças por eles transmitidas, você protege também toda sua família.


Dr. Fernando Dias Pacheco Vieira
MÉDICO VETERINÁRIO

 

  Atendimento:
(19) 3432.4915 / 9.8139.3597 / 9.9647.9859

Endereço:
Rua Samuel Neves, 1867
São Judas - Piracicaba - SP


       
Copyright © - 2019
Perfil Studio
     
     Artigos

CARRAPATOS, um dilema que incomoda o animal e preocupa-nos!

Todos nós sabemos que os carrapatos causam grandes transtornos para nossos animais de estimação, deixando-nos alerta. Mas o que fazer? Como controlar?


Primeiramente devemos conhecê-los.

Os carrapatos são parasitas externos (ectoparasitas) muito comuns em nosso meio, principalmente, na primavera e verão onde as condições climáticas favorecem sua proliferação. Embora possa aparecer o ano todo.

Eles são pequenos no tamanho, mas enormes nos prejuízos, vivem de sugar o sangue dos animais, podendo andar quilômetros para encontrar alimento ou também serem trazidos por animais, roedores, aves, ratos e pombos, logo eles se alojam sem pedir licença, disseminando nas casas, canis, clínicas e hospitais, os carrapatos geralmente vivem em grama alta, ervas daninhas e arbustos. Tendo grande capacidade de subir pelas paredes e de esconder-se em fendas das próprias paredes, em madeira dos telhados, rodapés, nos batentes das portas e janelas.

Além disso, os carrapatos podem transmitir doenças fatais para os animais e seres humanos, tais como erliquiose, babesiose, febre maculosa, entre outras.

Em seu ciclo, um único carrapato pode produzir milhares de ovos. Depois de eclodir (sair) do ovo, o carrapato precisa se alimentar de sangue para evoluir em seu ciclo de vida e se reproduzir novamente. Durante essa fase de alimentação ele representa uma severa ameaça na transmissão de doenças para você e seu animal. No entanto existem 4 mudanças de fase nas quais esses parasitas permanecem no ambiente por semanas a meses antes de voltar a se alimentar.

Por tudo isso, toda atenção com esses parasitas ainda é pouca...

Agora, a árdua tarefa! Controlar os carrapatos.

Poderíamos trabalhar com a prevenção; Hoje em dia, existem inúmeros produtos de uso preventivo, desde sabonetes e xampus a produtos como pour on (colocados na nuca do animal), spray para pulverização do animal e coleiras preventivas. Mantenha os animais de estimação dentro de casa sempre que possível e regularmente procure por carrapatos nos animais que ficam ao ar livre e aqueles que saem caminhar. Limpe muito bem as casas dos cães, prestando atenção em fendas e rachaduras onde os carrapatos podem depositar seus ovos. Uma boa regra prática é que quanto mais limpo seu jardim estiver, menor a probabilidade de estar infestado de carrapatos. Os carrapatos gostam de viver em matos crescidos, plantas mortas e madeira em decomposição, então é bom limpar áreas desse tipo em seu jardim.

Caso se depare com uma infestação, é necessário cuidar ao mesmo tempo de sua casa (dentro e fora dela) e de seu animal de estimação. Sabendo que os carrapatos podem estar em qualquer lugar, assim sugerimos que o tratamento seja feito por meses e não de forma única, Dentre as várias medidas a serem adotadas, cabe ao MÉDICO VETERINÁRIO de sua confiança, informar e orientar os seguintes cuidados na prevenção e controle dos carrapatos.

Acabar com os carrapatos pode exigir um pouco de persistência. Se produtos comerciais contra carrapatos não estiverem adiantando mais, terás de entrar em contato com uma empresa de dedetização para conseguir ajuda.

Ao proteger seus animais contra os carrapatos e doenças por eles transmitidas, você protege também toda sua família.


Dr. Fernando Dias Pacheco Vieira
MÉDICO VETERINÁRIO

 

  Atendimento:
(19) 3432.4915 / 9.8139.3597 / 9.9647.9859

Endereço:
Rua Samuel Neves, 1867
São Judas - Piracicaba - SP


       
Copyright © - 2019
Perfil Studio
     
     Artigos

CARRAPATOS, um dilema que incomoda o animal e preocupa-nos!

Todos nós sabemos que os carrapatos causam grandes transtornos para nossos animais de estimação, deixando-nos alerta. Mas o que fazer? Como controlar?


Primeiramente devemos conhecê-los.

Os carrapatos são parasitas externos (ectoparasitas) muito comuns em nosso meio, principalmente, na primavera e verão onde as condições climáticas favorecem sua proliferação. Embora possa aparecer o ano todo.

Eles são pequenos no tamanho, mas enormes nos prejuízos, vivem de sugar o sangue dos animais, podendo andar quilômetros para encontrar alimento ou também serem trazidos por animais, roedores, aves, ratos e pombos, logo eles se alojam sem pedir licença, disseminando nas casas, canis, clínicas e hospitais, os carrapatos geralmente vivem em grama alta, ervas daninhas e arbustos. Tendo grande capacidade de subir pelas paredes e de esconder-se em fendas das próprias paredes, em madeira dos telhados, rodapés, nos batentes das portas e janelas.

Além disso, os carrapatos podem transmitir doenças fatais para os animais e seres humanos, tais como erliquiose, babesiose, febre maculosa, entre outras.

Em seu ciclo, um único carrapato pode produzir milhares de ovos. Depois de eclodir (sair) do ovo, o carrapato precisa se alimentar de sangue para evoluir em seu ciclo de vida e se reproduzir novamente. Durante essa fase de alimentação ele representa uma severa ameaça na transmissão de doenças para você e seu animal. No entanto existem 4 mudanças de fase nas quais esses parasitas permanecem no ambiente por semanas a meses antes de voltar a se alimentar.

Por tudo isso, toda atenção com esses parasitas ainda é pouca...

Agora, a árdua tarefa! Controlar os carrapatos.

Poderíamos trabalhar com a prevenção; Hoje em dia, existem inúmeros produtos de uso preventivo, desde sabonetes e xampus a produtos como pour on (colocados na nuca do animal), spray para pulverização do animal e coleiras preventivas. Mantenha os animais de estimação dentro de casa sempre que possível e regularmente procure por carrapatos nos animais que ficam ao ar livre e aqueles que saem caminhar. Limpe muito bem as casas dos cães, prestando atenção em fendas e rachaduras onde os carrapatos podem depositar seus ovos. Uma boa regra prática é que quanto mais limpo seu jardim estiver, menor a probabilidade de estar infestado de carrapatos. Os carrapatos gostam de viver em matos crescidos, plantas mortas e madeira em decomposição, então é bom limpar áreas desse tipo em seu jardim.

Caso se depare com uma infestação, é necessário cuidar ao mesmo tempo de sua casa (dentro e fora dela) e de seu animal de estimação. Sabendo que os carrapatos podem estar em qualquer lugar, assim sugerimos que o tratamento seja feito por meses e não de forma única, Dentre as várias medidas a serem adotadas, cabe ao MÉDICO VETERINÁRIO de sua confiança, informar e orientar os seguintes cuidados na prevenção e controle dos carrapatos.

Acabar com os carrapatos pode exigir um pouco de persistência. Se produtos comerciais contra carrapatos não estiverem adiantando mais, terás de entrar em contato com uma empresa de dedetização para conseguir ajuda.

Ao proteger seus animais contra os carrapatos e doenças por eles transmitidas, você protege também toda sua família.


Dr. Fernando Dias Pacheco Vieira
MÉDICO VETERINÁRIO

 

Atendimento:
(19) 3432.4915 / 9.8139.3597 / 9.9647.9859

Endereço:
Rua Samuel Neves, 1867
São Judas - Piracicaba - SP
 
 
Copyright © - 2019
Perfil Studio